Início BRASIL Alunos promovem abaixo assinado reivindicando permanência de ensino médio na escola Jorge Teixeira

Alunos promovem abaixo assinado reivindicando permanência de ensino médio na escola Jorge Teixeira

Alunos promovem abaixo assinado reivindicando permanência de ensino médio na escola Jorge Teixeira
0
0

81cbe2c1-772a-42f8-9299-0d557997b5d1-400x240Alunos da escola estadual de ensino fundamental e médio Governador Jorge Teixeira de Oliveira no setor 07, se mobilizam em reivindicação a permanência do ensino médio na instituição.

O movimento que engloba também o apoio dos pais teve inicio após o anuncio do fim da oferta do ensino médio na escola. Um abaixo assinado que já colheu centenas de assinaturas contra a medida da Secretaria Estadual de Educação está em andamento.

Em justificativa, os alunos ressaltam que a escola é a única que disponibiliza ensino médio no bairro e com a mudança ficará inviável o deslocamento de alunos a outras escolas do município, informando também a viabilidade da permanência do ensino médio na escola, onde eles estimam que para o próximo ano letivo terá pelo menos 05 salas de aula.

Procurada pelo site Jaru Online a Coordenadora Regional de Educação, Núbia Morali, explicou que embora a mudança ainda não esteja decidida, pois aguarda resposta da SEDUC, a medida possivelmente será tomada em atendimento ao reordenamento da rede de ensino que está sendo promovida pela Secretaria Estadual de Educação.

Nubia ressaltou que a rede pública de ensino esta trabalhando com o princípio da economicidade, avaliando demanda e viabilidade, sendo assim o funcionamento da escola no período noturno torna se inviável, pois geraria desnecessariamente despesas excedentes com professores, técnicos, energia, água entre outros gastos, “a demanda do ensino médio da escola Jorge Teixeira, facilmente será absorvida por outras escolas, como Raimundo, Olga e Capitão”, afirmou a Coordenadora Regional que também informou que a escola Jorge Teixeira apresenta um índice elevado de evasão que será combatido nas escolas para onde os alunos serão remanejados, as quais apresentam menores índices.

 

Fonte:jaruonline

Comentários

Comentários

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *